Devaneando

E aí estou lendo um livro quentíssimo, cheio do melodrama que me apetece, mas fico naquela nostalgia de alguém mais. Basicamente, me sinto como se estivesse traindo um cônjuge, sério!
Estou lá apreciando a companhia do livro X e sonhando acordada com o livro Y – em alguma parte específica, para ser mais exata. Parece que estou na cama com o marido e sussurrando o nome do amante. Totalmente desestimulante, certo?
O amor é bom, gostosinho, mas o chamado é incessante e irrequieto. Socorro!
Tô ouvindo a confissão do Louis (Entrevista com o Vampiro – Anne Rice) e pensando no lindo do Jesse de Silva (A mediadora – Meg Cabot).
Mas estou reclamando só porque posso hahaha

Entrevista-Com-O-Vampiro-livro-1-As-Crônicas-Vampirescas1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s