Resenhei: Heist Society (Ally Carter) – Parte 2

13580928

“Parte 2” porque já falei da série aqui no blog, mas a resenha é sobre o terceiro livro: Perfect Scounderls.

Neste livro Ally Carter revela que não marca bobeira e sabe dar um ar mais profundo e sombrio aos seus personagens.

Sinopse: A empresa e a família de Hale têm uma grande perda: a matrona Hazel falece e supostamente deixa tudo para o neto sob representação do advogado, Garret, até a maioridade do rapaz. Ocorre que uma antiga amiga e empregada da mulher sabe que o testamento não era bem assim e contrata Kitty Kat para encontrar o verdadeiro documento e fazer valer a última vontade de Hazel.

Sendo sincera, o que me atraiu na saga foi a leveza – que aqui se perdeu -, daí minha ligeira decepção. Ok, exagero. As coisas não ficaram assim tão dramáticas, porém não houve nada tão grandioso. Esperei um grande golpe, mas o plano foi precocemente desmascarado e a parte mais relevante foi meio previsível (o final). A figura que poderia ter um maior impacto na trama (Nat) foi pouco valorizada.
Pensando bem, caso o livro fosse um pouco mais extenso, estes pontos talvez tivessem sido melhor desenvolvidos. A ideia geral foi que esta história foi pautada num enredo mais maduro, entretanto deveras condensado.
Senti a injustiça do universo ao ler tudinho e ainda não saber o nome do Hale.
Então, resumindo, 2 estrelas no Skoob. Contudo, mantenho meu desejo de que isso vire série de tv. Curtirei horrores!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s